Quarta, 29 Janeiro 2014 13:10

Ampal divulga nota oficial contra redução do duodécimo do MP

Associação alagoana publicou nota ontem

A Associação do Ministério Público de Alagoas divulgou ontem (28) nota oficial contra a redução do duodécimo do Ministério Público. Segundo a associação, a Assembleia Legislativa deliberou, num gesto de injustificado revanchismo, a redução do duodécimo do Ministério Público para o exercício fiscal de 2014 e a Ampal homenageia todos os representantes do Ministério Público estadual por sua corajosa defesa da sociedade alagoana, traduzida na luta sem trégua contra a criminalidade e a improbidade administrativa e em prol da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis.

Confira abaixo a nota na íntegra:

A Ampal, associação dos promotores e procuradores de Justiça do Estado de Alagoas, a respeito da deliberação da Assembleia Legislativa que, num gesto de injustificado revanchismo, reduziu o duodécimo do Ministério Público para o exercício fiscal de 2014, vem, orgulhosamente, homenagear todos os dignos representantes do Ministério Público estadual por sua corajosa defesa da sociedade alagoana, traduzida na luta sem trégua contra a criminalidade e a improbidade administrativa e em prol da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis, que são bens e direitos hoje gravemente ameaçados pela irresponsabilidade de agentes políticos insensíveis às necessidades da população, e cuja fragilização acarreta consequências sociais irreparáveis ou de difícil reparação.

A Ampal tem certeza de que, nesta hora de grandes desafios para o Ministério Público, a sociedade alagoana manter-se-á atenta ao desenrolar dos fatos e estará pronta para dar a cada um, no momento adequado, a resposta que merecer. Se, a despeito das manifestações sociais que já se fazem sentir, as inconcebíveis “retaliações” prosperarem, a Associação assegura a todos os alagoanos que o trabalho dos integrantes do Ministério Público prosseguirá sem arrefecimento, nos termos da lei e da Constituição republicana.

Nesta oportunidade, aproveita para agradecer à OAB, à Almagis, à Imprensa, aos sindicatos e a outras associações pelo valioso apoio à causa do Ministério Público, da Justiça e do povo alagoano.

Maceió, 28 de janeiro de 2014.
Adilza Inácio de Freitas
Presidente da Ampal

Não perca nenhuma novidade!

Fique por dentro das notícias sobre o Ministério Público

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM

ASSOCIAÇÕES AFILIADAS



 

CONAMP Informa