Sexta, 14 Fevereiro 2014 13:25

Conamp e APMP divulgam nota de repúdio a prefeito que atacou promotora de Justiça

César Mattar Jr. e Francisco Seráphico emitiram nota conjunta de repúdio às declarações proferidas pelo prefeito de Santa Rita, Paraíba

A Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP) e a Associação Paraibana do Ministério Público (APMP), por seus presidentes, César Mattar Jr. e Francisco Seráphico, respectivamente, emitiram nota conjunta de repúdio às declarações proferidas pelo prefeito de Santa Rita, Reginaldo Pereira (PRP-PB), contra a promotora de Justiça Anita Bethânia Silva da Rocha e a instituição. O presidente da APMP ainda anunciou que medidas judiciais serão tomadas pela associação.

“Não é compreensível ou racional que o gestor municipal Reginaldo Pereira tenha optado por extrapolar os legítimos limites de sua defesa, ofendendo a honra da promotora de Justiça, com ataques levianos”, diz a nota. O documento também afirma que é preocupante que um prefeito se utilize desse expediente, agredindo a promotora de Justiça com afirmações caluniosas, difamatórias e injuriosas, além de terminar por afrontar o próprio Ministério Público, demonstrando a completa falta de equilíbrio, serenidade e respeito com os poderes constituídos e as instituições públicas.

Confira abaixo a nota de repúdio:

NOTA DE REPÚDIO

A Conamp – Associação Nacional dos Membros do Ministério Público – e a APMP – Associação Paraibana do Ministério Público – vêm a público manifestar repúdio aos infundados ataques praticados pelo prefeito de Santa Rita, Reginaldo Pereira, contra a promotora de Justiça titular da Promotoria de Justiça de Santa Rita, Anita Bethânia Silva da Rocha.

A lamentável atitude do gestor municipal ocorreu durante reunião com auxiliares e vereadores de sua base política, cujo conteúdo foi gravado e postado no youtube (http://www.youtube.com/watch?v=_4ymNT_1jQE), e divulgado por diversos portais de notícias, ocasião em que tentou desqualificar a atuação da promotora de Justiça, com ofensas verbais e afirmações levianas, por não concordar com suas ações em defesa do patrimônio público.

Em um regime democrático, todos têm direito de manifestar legitimamente sua insatisfação contra a atuação de qualquer agente público; contudo, tal direito não permite a quem o exerce extrapolar os limites do livre pensamento para denegrir a imagem de uma profissional séria e competente, que se encontrava, não no exercício de uma perseguição, como faz crer o prefeito, mas no estrito cumprimento do dever legal de fiscalizar os atos administrativos.

Assim, não é compreensível ou racional que o gestor municipal, senhor Reginaldo Pereira, tenha optado por extrapolar os legítimos limites de sua defesa, ofendendo a honra da promotora de Justiça, com ataques levianos. É preocupante que um prefeito se utilize desse expediente, agredindo a promotora de Justiça com afirmações caluniosas, difamatórias e injuriosas, além de terminar por afrontar o próprio Ministério Público, demonstrando a completa falta de equilíbrio, serenidade e respeito com os poderes constituídos e as instituições públicas.

A atuação destacada e imparcial da promotora de Justiça Anita Bethânia Silva da Rocha é conhecida em todo o Ministério Público, inclusive com ações contra vários gestores. Os membros do Ministério Público não se intimidarão com ataques infundados e não transigirão no seu dever institucional de defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis, atuando sempre com respeito, mas com o rigor necessário à defesa do patrimônio do povo paraibano.

Assim, vem a Conamp – Associação Nacional dos Membros do Ministério Público –  e a APMP – Associação Paraibana do Ministério Público – repudiar as injustas ofensas praticadas pelo prefeito de Santa Rita, atestando a lisura, a competência e a imparcialidade da promotora de Justiça Anita Bethânia Silva da Rocha, cujo nome e honra foram criminosa e indevidamente atacados, disponibilizando-lhe os meios para buscar a reparação cível e criminal contra seu ofensor.

 

João Pessoa, 13 de fevereiro de 2014.

Não perca nenhuma novidade!

Fique por dentro das notícias sobre o Ministério Público

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM

ASSOCIAÇÕES AFILIADAS



 

CONAMP Informa