Imprimir esta página
Segunda, 29 Mai 2017 13:27

Comissão Julgadora do Prêmio CNMP 2017 realiza sessão de julgamento para definir os projetos finalistas

A 2ª reunião da Comissão Julgadora do Prêmio CNMP 2017, realizada no dia 25 de maio, em Brasília, definiu os 27 projetos finalistas da premiação. A CONAMP integra a comissão. A presidente, Norma Cavalcanti, e o 1º vice-presidente, Victor Hugo Azevedo, participaram do encontro.

O conselheiro do CNMP e presidente da Comissão de Planejamento Estratégico (CPE/CNMP), Orlando Rochadel, responsável pela coordenação do evento, ressaltou que o Banco Nacional de Projetos – ferramenta que coleta e dissemina os projetos do MP brasileiro – recebeu iniciativas de todas as unidades dos Ministérios Públicos Estaduais (MPE´s) e de todos ramos do Ministério Público da União (MPU).

A ministra dos Direitos Humanos, Luislinda Valois, jurada e convidada de honra do encontro, destacou a importância do Ministério Público brasileiro e a qualidade dos projetos concorrentes ao Prêmio CNMP: “Me deparei com projetos parecidos com muitos que já estimulei no Brasil. Todos os projetos são excelentes”.

Após a abertura, os presentes à reunião depositaram em uma urna os seus votos. Desta votação, serão definidos os três finalistas de cada uma das nove categorias que compõem o Prêmio CNMP. A lista com essas 27 iniciativas será divulgada no dia 5 de junho. Por sua vez, a ordem de classificação dos vencedores será conhecida em 2 de agosto, durante a solenidade de abertura do 8º Congresso Brasileiro de Gestão do Ministério Público.

Além da CONAMP, integram a Comissão Julgadora desta edição os conselheiros do CNMP, a Ordem dos Advogados do Brasil, demais associações de classe do MP, as escolas do MP, representantes da comunidade acadêmica, Judiciário, Senado Federal, Câmara dos Deputados, Ministério dos Direitos Humanos, Conselho Nacional de Justiça, organizações dos movimentos sociais, organizações não-governamentais e a Associação Brasileira de Imprensa.

O Prêmio CNMP

O Prêmio CNMP foi criado para dar visibilidade aos programas e projetos do Ministério Público brasileiro que mais se destacaram na concretização dos objetivos do Planejamento Estratégico Nacional do MP.

Os projetos concorrem em nove categorias: Defesa dos Direitos Fundamentais, Transformação Social, Indução de Políticas Públicas, Redução da Criminalidade, Redução da Corrupção, Unidade e Eficiência da Atuação Institucional e Operacional, Comunicação e Relacionamento, Profissionalização da Gestão e Tecnologia da Informação.

Com informações do CNMP