Imprimir esta página
Segunda, 18 Junho 2018 11:45

Na categoria Ministério Público, 143 práticas são finalistas no Prêmio Innovare

O presidente da CONAMP, Victor Hugo Azevedo, no dia 15 de junho, participou de reunião do Conselho Superior e da Comissão Julgadora do Prêmio Innovare para planejar as próximas etapas da premiação. Também participou o ex-presidente da entidade, José Carlos Cosenzo. 

Mais de mil práticas foram inscritas e 654 foram selecionadas como finalistas. Destas, 143 concorrem na categoria Ministério Público. A próxima etapa é a visita às práticas pelos consultores especializados do Innovare. Desde o dia 7 de maio eles iniciaram as visitas a cada um dos selecionados, para um cuidadoso trabalho de verificação e coleta de informações, como a eficiência, qualidade, criatividade, exportabilidade (capacidade de reprodução em outros locais), satisfação do usuário, alcance social e desburocratização. 

Somente após esta visitação, as práticas são reunidas para apreciação pela Comissão Julgadora, composta por ministros do STF e STJ, desembargadores, promotores, juízes, defensores, advogados e outros profissionais de destaque interessados em contribuir para o desenvolvimento do nosso Poder Judiciário. Os premiados serão conhecidos em dezembro, durante cerimônia no Supremo Tribunal Federal.

Serão 6 finalistas em cada uma das categorias (Tribunal, Juiz, Ministério Público, Defensoria Pública, Advocacia e Justiça e Cidadania) e pelo menos um será de um projeto de combate à corrupção, tema de destaque da atual edição. Ao longo dos 15 anos do prêmio, o combate à corrupção recebeu um total de 172 inscrições de projetos .

Prêmio Innovare

Lançado em 2004, o Prêmio Innovare busca identificar, divulgar e difundir práticas que contribuam para o aprimoramento da Justiça no Brasil, colaborando para sua modernização e bom funcionamento.

A premiação foi criada e é mantida pelo Instituto Innovare, uma associação sem fins lucrativos, com a parceria do Ministério da Justiça e Segurança Pública, da CONAMP, da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), da Associação Nacional dos Defensores Públicos (ANADEP), da Associação dos Juízes Federais do Brasil (AJUFE), do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (ANAMATRA), com o apoio do Grupo Globo.

Com informações do Prêmio Innovare