Sexta, 20 Dezembro 2019 11:51

STF reconhece legitimidade de candidatura de Promotores ao cargo de PGJ do MPMG

Nesta quarta-feira (18), o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), por unanimidade, julgou procedente o pedido formulado na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5704 pela declaração, sob o ângulo formal, a inconstitucionalidade do art. 123, § 1º, da Constituição do Estado de Minas Gerais, e, por arrastamento, do artigo 1º-I da Lei Complementar estadual nº 21/1991.

A ADI 5704 foi movida pelo procurador-geral da República a pedido da CONAMP e da Associação Mineira do Ministério Público (AMMP). As lideranças associativas participaram de diversas reuniões com o relator, ministro Marco Aurélio, a fim de fornecer informações e esclarecimentos acerca da importância da medida. A entidades comemoram a decisão que fortalece a democracia interna no âmbito do Ministério Público.

A ampliação do rol de capacitados a exercer a chefia da instituição é uma bandeira histórica de luta institucional e classista da CONAMP e afiliadas. Agora, apenas três estados possuem a restrição legislativa: Roraima, São Paulo e Sergipe.

Não perca nenhuma novidade!

Fique por dentro das notícias sobre o Ministério Público

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM

ASSOCIAÇÕES AFILIADAS



 

CONAMP Informa

CONAMP Notícias

Quer ainda mais novidades? Assine nossa newsletter!

Loading, please wait..