Quarta, 09 Setembro 2020 17:30

CONAMP acompanha julgamento de membro do MPF

Integrantes da diretoria da CONAMP acompanharam, nesta terça-feira (08), o julgamento do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) que resultou na aplicação de pena de censura ao procurador da República Deltan Dallagnol. Por nove votos a um, os conselheiros do CNMP aplicaram a pena de censura ao procurador devido a postagens em redes sociais sobre as eleições para a Presidência do Senado Federal.

A CONAMP, ao lado da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), desde o início acompanha o procedimento e vem manifestando preocupação com os possíveis impactos negativos dos procedimentos em toda a carreira do Ministério Público, em especial no que se refere à liberdade de expressão de Procuradores e Promotores de Justiça.

O julgamento chegou a ser suspenso, no dia 17 de agosto, pelo ministro Celso de Mello do Supremo Tribunal Federal (STF). No dia 4 de setembro, o ministro Gilmar Mendes revogou a suspensão.
A ANPR afirma que o CNMP descumpriu o regimento interno e o princípio da ampla defesa ao não oportunizar a intimação do ex-coordenador da Lava-Jato no Paraná e seus advogados.

A liberdade de expressão dos membros do Ministério Público é um tema de mobilização da CONAMP que adota o seguinte posicionamento: “Não havendo distinção de qualquer natureza entre os cidadãos brasileiros, a todos – inclusive, aos membros do Ministério Público – é assegurada a inviolabilidade do direito à liberdade de consciência e manifestação de pensamento, sendo que a violação a qualquer desses direitos representa afronta à dignidade da pessoa humana, à sociedade plural que constituímos e à própria democracia”.

Com informações da ANPR

Não perca nenhuma novidade!

Fique por dentro das notícias sobre o Ministério Público

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM

ASSOCIAÇÕES AFILIADAS



 

CONAMP Informa

CONAMP Notícias

Quer ainda mais novidades? Assine nossa newsletter!

Loading, please wait..