Quinta, 19 Março 2015 12:30

PEC da Bengala e MP’s 664 e 665 são temas de reuniões na Câmara dos Deputados

 

A presidente da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP), Norma Cavalcanti, esteve reunida nesta quarta-feira (18) com o deputado Carlos Zarattini (PT/SP), da liderança do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara dos Deputados. O assunto em debate foi a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 457/2005, que busca elevar a idade de aposentadoria compulsória no serviço público de 70 para 75 anos.

Conhecida como PEC da Bengala, a PEC 457 foi aprovada pelo plenário da Câmara dos Deputados em 1º turno no dia 5 de março. Para ir à promulgação, a PEC precisa ainda ser apreciada em 2º turno. O texto que será votado prevê o aumento em 5 anos da idade de aposentadoria compulsória dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), dos tribunais superiores e do Tribunal de Contas da União (TCU). No entanto, a mudança poderá ser ampliada a todos servidores públicos por lei complementar a ser discutida no Congresso Nacional.

A CONAMP é contra a PEC 457 por essa implicar no engessamento das carreiras de Estado e na estagnação da jurisprudência brasileira. A entidade mantém-se mobilizada a fim de demonstrar aos parlamentares as consequências da proposta.

O presidente e vice-presidente da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), Carlos Eduardo Azevedo e Ângelo Fabiano Farias; e o procurador-geral de Justiça Militar, Marcelo Weitzel, também participaram da reunião.

Em defesa de direitos trabalhistas

As medidas provisórias 664 e 665, que restringem direitos trabalhistas e previdenciários, entre eles o seguro-desemprego e a pensão por morte, foram debatidas em reunião com o deputado federal André Moura (PSC/SE), líder do PSC na Câmara. A CONAMP, e demais entidades que compõem o Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado (FONACATE), repudiam as medidas.

“A bancada do PSC vai votar pela rejeição dessas medidas. Não podemos retirar direitos e garantias que já são conquistas de muitos anos dos trabalhadores brasileiros e dos servidores públicos”, o parlamentar.

Aproveitando a ocasião, os membros do Fonacate perguntaram ainda sobre o sentimento do deputado em relação à PEC 555/2006, que põe fim à contribuição previdenciária sobre os proventos dos servidores públicos aposentados e pensionistas. André Moura respondeu que é favorável à aprovação da matéria pela justiça que representa aos servidores aposentados.

Fonte: com informações do Fonacate

 

Reunião com o deputado Zarattini 

 

Norma Cavalcanti e André Moura

Não perca nenhuma novidade!

Fique por dentro das notícias sobre o Ministério Público

Prometemos não utilizar suas informações de contato para enviar qualquer tipo de SPAM

ASSOCIAÇÕES AFILIADAS



 

CONAMP Informa

CONAMP Notícias

Quer ainda mais novidades? Assine nossa newsletter!

Loading, please wait..